Buraco gigante de karst é descoberto em Guangxi da China

Local possui mais de 300 metros de comprimento

Créditos: Xinhua/Zhou Huaz

Uma equipe de exploração de cavernas descobriu um buraco de karst gigante no distrito de Leye, na Região Autônoma da Etnia Zhuang de Guangxi, no sul da China, elevando o número de tais buracos em Leye para 30.

Zhang Yuanhai, engenheiro sênior do Instituto de Geologia Karst da Pesquisa Geológica da China, disse que o buraco, localizado perto da aldeia de Ping’e do distrito de Luoxi, mede 306 metros de comprimento, 150 metros de largura e 192 metros de profundidade, com seu volume superior a 5 milhões de metros cúbicos, podendo ser categorizado como um grande buraco.

Zhang disse que há três grandes cavernas na parede, que presumem ser os restos da evolução inicial do buraco. O fundo do buraco tem uma floresta primitiva bem preservada.

Chen Lixin, líder da equipe, disse que as árvores antigas que crescem no fundo têm quase 40 metros de altura, e as densas plantas de sombra chegam até os ombros.

A expedição foi concluída na sexta-feira, depois que os membros da equipe desceram mais de 100 metros e caminharam várias horas para chegar ao fundo do poço. Eles voltaram para o chão seguramente na sexta à noite.

Buracos gigantes, também conhecidos como Tiankeng (poço celestial) em chinês, são dolines, ou poços gigantes, com características geológicas especiais encontradas em regiões karst formadas por repetidos desabamentos. Eles são encontrados principalmente na China, México e Papua-Nova Guiné.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.