BRICS busca fortalecer cooperação em tecnologia da informação e comunicação

O Instituto de Redes do Futuro do BRICS lançou uma sucursal na cidade de Shenzhen, centro tecnológico da China

O Instituto de Redes do Futuro do BRICS criou sua sucursal chinesa na cidade de Shenzhen, centro tecnológico do país, para promover ainda mais a cooperação global em tecnologia da informação e comunicação (TIC). A nova agência, lançada nessa semana, dará prioridade à cooperação internacional em arquitetura da nova rede, comunicações móveis de última geração, internet industrial, inteligência artificial, internet de veículos e segurança cibernética.

O vice-ministro da Indústria e Informatização, Chen Zhaoxiong, avalia que o novo instituto é de grande importância para aprofundar a cooperação entre os membros do BRICS e outros países em desenvolvimento, promover a aplicação inovadora de futuras tecnologias de rede e impulsionar a economia digital.

Segundo o plano de desenvolvimento, a nova sucursal institucional vai estabelecer um mecanismo de inovação aberta, continuar uma plataforma de inovação tecnológica industrial, assim como ser um think tank de ponta na área de TIC. A filial aproveitará todos os recursos do mercado doméstico para promover a cooperação integral em pesquisa de políticas, construção de instalações e formação de talentos, segundo Lu Duo, presidente da Academia Chinesa de Tecnologia da Informação e Comunicações.

O estabelecimento do Instituto de Redes do Futuro do BRICS foi aprovado em setembro do ano passado na 4ª reunião dos ministros das comunicações do BRICS.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.