Brasileiros são contratados para levar China à Copa do Mundo

Medida quer ajudar o país a participar do torneio

Jogadores brasileiros têm sido convocados a jogar na seleção chinesa como parte de um esforço para a equipe se classificar para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Atraídos por um salário milionário, esses jogadores que, geralmente, já estão perto da aposentadoria, estão se naturalizando como chineses para cumprir exigência da Fifa.

Como o país não reconhece a dupla cidadania, esses jogadores estão trocando não só o passaporte, como também o nome para participar da equipe. É o caso de Ricardo Goulart, conhecido agora como Gao Late, ex-jogador do Cruzeiro, “Se o meu projeto é jogar na seleção chinesa, quero tudo o que isso envolve: classificar e disputar a Copa do Mundo. É um sonho que espero realizar.” disse em entrevista.

Tendo participado apenas de uma Copa do Mundo, disputada em 2002, onde foi eliminada na fase de grupos, a seleção chinesa busca melhorar não só através da contratação de estrangeiros como também pelo fortalecimento de seus jogadores nacionais. A cada compra de atleta internacional, os times são obrigados a doar a mesma quantia a um fundo de desenvolvimento do futebol juvenil, além da obrigatoriedade do número de estrangeiros escalados em uma partida ser o mesmo ou inferior ao total de jogadores chineses abaixo dos 23 anos.

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.