Brasileiros exportadores de carne querem ampliar negócios com a China

Durante Cúpula de Agronegócio, eles falaram sobre convencer o país asiático sobre os padrões sanitários do Brasil e sobre laços comerciais entre os dois países

Os exportadores de carne do Brasil estão tentando ampliar suas vendas para a China e convencer o país dos rigorosos padrões sanitários que seus produtos apresentam. Liege Nogueira, diretor executivo da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne, afirmou durante a Cúpula do Agronegócio Brasileiro de 2018 que “a China é um grande parceiro cujas expectativas procuramos atender”.

Nogueira afirmou que há espaço para a China aumentar as suas importações de carne bovina refrigerada do Brasil e que espera que o presidente eleito Jair Bolsonaro continue expandindo os laços o país asiático. “Espero que eles continuem a abrir mercados em 2019, sob a nova administração”.

O vice-presidente de agronegócios do Banco Central do Brasil, Tarcísio Hubner, também pediu aos produtores de carne, durante a cúpula, que “aprendam sobre a China e o que a China precisa”, dizendo para os líderes do setor que estavam presentes no evento que esse é um bom momento para exportar.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.