Brasileiro é o novo presidente do banco do BRICS

Cúpula do bloco marcada para julho foi adiada sem data por causa da pandemia

O brasileiro Marcos Troyjo foi eleito, nesta quarta-feira, presidente do banco do BRICS (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Conforme rodízio acertado entre os membros, a presidência do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) será brasileira pelos próximos cinco anos. Marcos deixará o antigo cargo de secretário de Comércio Exterior. O economista Roberto Fendt assumirá a vaga na Secretaria.

No mesmo dia, a Rússia anunciou o adiamento da cúpula do BRICS. A reunião, que aconteceria em julho, terá que ser remarcada por conta da pandemia de coronavírus.

A última cúpula em nível presidencial do bloco de países emergentes aconteceu em novembro de 2019, no Brasil.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.