Brasil é o maior exportador latino-americano de serviços para a China

Apenas no ano de 2017, o país asiático importou US$ 5,49 bilhões em serviços brasileiros, segundo dados do Ministério do Comércio chinês

O Brasil é o país da América Latina do qual a China mais importa serviços, com um valor de US$ 5,49 bilhões em 2017, segundo um relatório sobre importação de serviços da China publicado pelo Ministério do Comércio chinês durante a Exposição Internacional de Importação da China (CIIE).

Os US$ 5,49 bilhões em serviços que a China importou do Brasil em 2017 representa 59,6% de crescimento anual e 32,4% do total importado pelo país asiático entre os membros do BRICS. Os serviços de transporte atingiram uma importação de US$ 5,08 bilhões, com uma alta anual de 65%. Os de manutenção e reparo, construção, serviços financeiros, assim como os pessoais, culturais e recreativos, subiram 224,1%, 84,5%, 82,2% e 39,3%, respectivamente.

Em agosto de 2017, durante a 7ª reunião dos ministros do Comércio do BRICS, a China e o Brasil assinaram um memorando de entendimento sobre cooperação em comércio de serviços, para impulsionar a cooperação bilateral em setores como construção, tecnologia da informação, comércio eletrônico, turismo e medicina tradicional chinesa. Isso serviu como exemplo da cooperação entre China e outros países do BRICS. Os laços China-Brasil se tornaram uma das relações bilaterais mais vigorosas com as conotações mais ricas do mundo.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.