Brasil e China avançarão laços bilaterais e fortalecerão cooperação

O conselheiro de Estado e ministro da Defesa da China, Wei Fenghe, realizou uma visita ao Brasil durante o aniversário da independência do país sul-americano

O Brasil e a China concordaram em avançar os laços bilaterais e fortalecer a cooperação em diversas áreas durante a visita oficial que o conselheiro de Estado e ministro da Defesa Nacional da China, Wei Fenghe, realizou ao Brasil.

O chinês participou das celebrações do 197º aniversário de independência do país, onde realizou conversações com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que pediu que Wei transmita as suas saudações sinceras e bons votos ao presidente chinês, Xi Jinping. Por sua parte, Wei transmitiu os cumprimentos calorosos e bons votos de Xi para Bolsonaro, assim como as felicitações pelo aniversário de independência do Brasil.

O ministro disse que, sob a orientação de Xi e Bolsonaro, a parceria estratégica abrangente entre a China e o Brasil foi fortalecida e que os seus laços militares mantiveram uma boa dinâmica. “A China está disposta a trabalhar com o Brasil, consolidar a cooperação pragmática em diversas áreas e promover as relações bilaterais e os laços militares para um novo patamar”, acrescentou.

O vice-presidente brasileiro, Hamilton Mourão, se reuniu com Wei na última sexta-feira (6), onde disse que a China é parceira fidedigna e confiável do Brasil para a cooperação estratégica abrangente e que o Brasil está disposto a trabalhar com a China para fortalecer a cooperação integral em diversas áreas. Durante essa reunião, Wei disse os dois países são bons amigos e bons parceiros e que a China está disposta a trabalhar com o Brasil para avançar os laços entre eles e seus exércitos de uma maneira saudável.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.