Bolsonaro afirma que BRICS é um fator de estabilidade e prosperidade

“Saúdo o presidente Xi Jinping e o povo chinês”, afirmou o líder brasileiro durante Cúpula do grupo

Créditos: Xinhua/Rahel Patrasso

O presidente Jair Bolsonaro (PL), disse que o BRICS representa um fator de estabilidade e prosperidade no cenário internacional, e um modelo de cooperação baseado em benefícios para todas as partes, nesta quinta-feira, na abertura da 14ª Cúpula do grupo, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Em seu discurso prévio à reunião privada dos presidentes, realizada de forma virtual, Bolsonaro começou dizendo que era uma honra participar pela quarta vez da Cúpula do BRICS, e agradeceu à presidência chinesa pela organização do encontro.

“Saúdo o presidente Xi Jinping e o povo chinês que tão bem me receberam em minha visita à China em 2019. Naquela ocasião avançamos na Parceria Estratégica entre Brasil e China, com benefícios concretos para nossos povos, como demonstra nossa cooperação durante a pandemia da Covid-19”, destacou.

Em seguida, Bolsonaro saudou os outros líderes do grupo, o presidente Vladimir Putin, da Rússia, “que me recebeu muito bem em fevereiro deste ano em seu país”, o primeiro- ministro Narendra Modi, da Índia, país com o qual o Brasil também mantém relações estratégicas em múltiplas áreas e o presidente Cyril Ramaphosa, da África do Sul.

O dirigente brasileiro destacou que as relações entre os BRICS “tem contribuído para a prosperidade de nossas economias e o bem-estar de nossos povos”.

“Devemos somar esforços na busca da reforma de organizações internacionais como o Banco Mundial, FMI e o sistema das Nações Unidas, especialmente seu Conselho de Segurança. O peso crescente das economias emergentes e em desenvolvimento deve ter sua devida e merecida representação”, enfatizou.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.