Bicicleta compartilhada na China promove metas verdes

Ciclistas economizaram 436 mil toneladas de dióxido de carbono ao pedalarem no último anos

Xinhua/Chen Zhonghao

As populares bicicletas compartilhadas na China estão ajudando a atingir as metas verdes do país, já que a atividade de pedalar contribui para a redução de carbono.

No ano passado, os usuários de bicicletas compartilhadas e e-bicicletas via a plataforma de internet Meituan economizaram 436.500 toneladas de dióxido de carbono por pedalar, disse a empresa em um relatório divulgado antes do Dia Mundial de Ciclismo.

Cerca de 500 usuários de bicicletas ajudaram a reduzir mais de uma tonelada de dióxido de carbono individualmente, o equivalente a uma quilometragem total de cerca de 20 mil quilômetros por pessoa, segundo o relatório.

O relatório revelou que o ciclismo está ficando cada vez mais na moda em todo o país. Em Pequim, os usuários de bicicletas compartilhadas da Meituan completaram uma quilometragem total de 850 milhões de quilômetros, ajudando a cortar 41.100 toneladas de dióxido de carbono.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.