Bibliotecas chinesas publicam cópias digitais de livros antigos

Novidades disponibilizadas incluem obras em língua tibetana e da medicina tradicional chinesa

A Biblioteca Nacional da China (BNCh), em colaboração com outras nove bibliotecas em todo o país, disponibilizou mais de 1,7 mil livros antigos em formato digital, na tentativa de preservar as obras e torná-las mais acessíveis ao público.

Os recursos recém-carregados, que incluem cópias de antigos livros em língua tibetana e da medicina tradicional chinesa, elevaram o número total de livros antigos digitalizados para 74 mil.

O BNCh, com sede em Pequim, liderou a criação de um banco de dados dedicado a livros antigos digitalizados. Desde o seu lançamento em 2016, mais de 33 mil livros antigos foram disponibilizados, representando mais de dois terços da coleção total da biblioteca de livros antigos que estão em relativamente boas condições.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.