Banco de Desenvolvimento da China empresta US$ 190 bilhões para Iniciativa Cinturão e Rota

O presidente da entidade acredita que o financiamento para a construção de infraestrutura da iniciativa deve ser promovido

O Banco de Desenvolvimento da China (CDB, na sigla em inglês), um importante banco político, financiou mais de 600 projetos da Iniciativa Cinturão e Rota com um total de US$ 190 bilhões desde o início do projeto em 2013, de acordo com o presidente da entidade Zheng Zhijie. Os empréstimos do banco pendentes para projetos internacionais em países ao longo do Cinturão e Rota totalizaram US$ 105,9 bilhões no final do ano passado, o que representa 34% dos seus empréstimos para projetos internacionais, afirmou Zhao em um painel sobre a conferência anual do Fórum Boao para Ásia (BFA, em inglês).

O CDB estabeleceu em 2017 um plano de empréstimo especial de três anos no valor de 250 bilhões de yuans (aproximadamente US$ 37,2 bilhões) para apoiar a cooperação do Cinturão e Rota em infraestrutura, capacidade industrial e financiamento. No final de fevereiro, os empréstimos por meio desse mecanismo especial chegaram a 480,7 bilhões de yuans, dos quais 139 bilhões se destinaram à construção de infraestrutura, detalhou Zheng.

“Isso forneceu apoio financeiro sustentável e controlou os riscos a longo prazo da construção do Cinturão Rota a longo prazo”, disse Zheng. O diretor insistiu que o financiamento para a construção da infraestrutura do Cinturão e Rota deveria ser promovido. “Precisamos construir uma plataforma de financiamento mais aberta e inclusiva e dar pleno acesso a todo tipo de capital, seja estatal, privado ou estrangeiro”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.