Autoridade comenta decisões de algumas empresas chinesas de se retirar da bolsa dos EUA

Comentários foram feitos pela Comissão Reguladora de Valores da China

Créditos: Michael Nagle/Xinhua

A Comissão Reguladora de Valores da China (CSRC) comentou, na sexta-feira, sobre as recentes decisões de algumas empresas chinesas de se retirarem voluntariamente das bolsas de valores dos EUA.

Listagens e deslistagens são comuns nos mercados de capitais. De acordo com os anúncios dessas empresas, elas cumpriram rigorosamente as regras e regulamentos relevantes dos EUA desde que abriram capital nos mercados deste país e as decisões de deslistagem são tomadas a partir de suas considerações comerciais, apontou um oficial da CSRC ao responder à pergunta de um jornalista.

“Essas empresas estão listadas em vários mercados e apenas uma pequena parte de suas ações é negociada nos mercados dos EUA”, destacou o oficial. O plano de deslistagem não comprometerá a capacidade de captação de recursos dessas empresas através dos mercados de capitais no país e no exterior, de acordo com ele.

A CSRC respeita as decisões dessas empresas tomadas com base em negócios em conformidade com as regras do local de listagem. O órgão continuará a se comunicar e cooperar com reguladores relevantes no exterior para proteger conjuntamente os direitos e interesses legítimos dos emissores e dos investidores, disse o funcionário.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.