Autor: Administrador

Prevenção e controle de doenças infecciosas melhora na China

setembro 4, 2018 9:00 am Published by Leave your thoughts

A lei de prevenção e controle de doenças infecciosas implementada na China vem trazendo benefícios ao país, de acordo com um relatório apresentado ao Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional (APN) para deliberação. Segundo o documento, nos últimos anos não houve nenhum surto ou epidemia de doenças infecciosas em grande escala, o que é resultado de prevenção e controle adequados.

O vice-presidente do Comitê Permanente da APN, Wang Chen, leu o relatório que foi baseado em uma rodada de inspeções realizadas entre maio e julho em oito regiões de nível provincial. Uma rede de notificações online que apresenta todos os relatórios dos centros de prevenção e controle de doenças acima do nível distrital funciona em todo o território chinês.

Nos últimos anos houve um aumento no número de subsídios especiais em programas chave, como o de prevenção e controle da AIDS, tuberculose e esquistossomose, indo de 5,6 bilhões de yuans, em 2013, para 9 bilhões de yuans (US$ 1,4 bilhão), em 2017. O comprometimento financeiro para combater doenças infecciosas também cresceu.

No entanto, vários desafios foram mencionados no relatório, como os riscos de disseminação que aumentam com o aumento da mobilidade da população; a quarentena e monitoramento sobre transportes de animais vivos e pássaros, que ainda é deficiente, e a insuficiência dos esforços para conter as DSTs.

O documento sugeriu que seja fornecido mais apoio médico aos pacientes com doenças infecciosas específicas e mais investimentos pelo governo central, para prevenir e controlar doenças infecciosas nas áreas de fronteira. Também foi solicitada a regulação fortalecida sobre vacinas, pedindo para que os governos e departamentos de todos os níveis coloquem a segurança e a qualidade em primeiro lugar.


China lança plataforma que alerta público contra boatos online

setembro 3, 2018 5:00 pm Published by Leave your thoughts

Uma plataforma de nível nacional que irá alertar o público a respeito de boatos online e contestar as difamações foi lançada nessa semana em Pequim. Hospedada pelo Centro para Relatório de Informação Ilegal da Internet sob o Escritório da Comissão Central dos Assuntos de Ciberespaço, ela é operada pela Xinhua.com sob a orientação de 27 unidades, como a Escola do Partido do Comitê Central do Partido Comunista da China e a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma.

Com essa plataforma, o público poderá descobrir e desmentir de maneira rápida os boatos online, além de lançar luz sobre teorias pseudocientíficas. Mais de 40 programas para contestar rumores foram integrados à plataforma nacional, sendo que foi usada tecnologia de ponta com o objetivo de melhorar o desempenho no combate das fake news.

A importância do lançamento de uma plataforma como essa se deve ao fato de a internet ser uma grande fonte de informações diárias para o público, além de ser o canal por onde ele expressa suas opiniões. Dessa forma, acabam surgindo diversos problemas, como o espalhamento de boatos e informações ilegais, que perturbam a ordem social.


Fonte: Xinhua

Líderes do alto escalão comparecem a congresso de chineses regressados do exterior

setembro 3, 2018 3:00 pm Published by Leave your thoughts

A cerimônia de abertura do 10° Congresso Nacional dos Chineses Regressados do Exterior e seus Parentes aconteceu nessa última semana em Pequim e contou com mais de 3 mil pessoas, incluindo os líderes do alto escalão chinês Xi Jinping, Li Zhanshu, Wang Yang, Wang Huning, Han Zheng e Wang Qishan. Em nome do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh), Zhao Leji discursou no evento, parabenizando o congresso e saudando os chineses regressados do exterior e seus parentes, os chineses que vivem no exterior e os trabalhadores da Federação Nacional de Chineses Regressados do Exterior (AFROC, em inglês).

Zhao afirmou em seu discurso que aprecia as contribuições feitas pelos chineses regressados do exterior, seus parentes e aqueles que ainda vivem fora do país e o sentimento de patriotismo, espírito esforçado e a confiança que eles mostraram. Ele ainda disse que os discursos do presidente, secretário geral do Comitê Central do PCCh e presidente da Comissão Militar Central, Xi Jinping, sobre os deveres relacionados aos chineses regressados mostraram o caminho fundamental para o trabalho importante na nova era.

Ele ainda pediu que tanto os chineses regressados e seus parentes, quanto os chineses que ainda vivem no exterior tenham em mente as esperanças do Partido e do povo, apoiem os interesses nacionais, promovam a cultura chinesa e deem novas contribuições para o Sonho Chinês de revitalização nacional e construção de um futuro compartilhado para a humanidade.  A cerimônia ainda contou com anúncios de decisões de honrar modelos de chineses regressados do exterior e indivíduos e grupos excelentes sob a AFROC e organizações afiliadas.


Dieta vegana e culinária chinesa rica em vegetais ganham adeptos no esporte

setembro 3, 2018 1:45 pm Published by Leave your thoughts

Aproximadamente 20 mil atletas de elite e praticantes de esportes de todo o mundo competiram em uma série de desafiadoras pistas de obstáculos recentemente em Pequim. Entre os participantes, que eram inspirados pelos valores dos antigos guerreiros espartanos, uma equipe liderada por Richardson Manzol, um embaixador espartano na China, se destacou tanto pelo seu desempenho quanto pela dieta vegana. Manzol afirmou que espera inspirar mais pessoas a adotarem o estilo de vida vegano, mais saudável e livre de crueldade, demonstrando a força e a resistência atlética que vêm de uma alimentação à base de vegetais.

Enquanto vivia na China, há três anos, Manzol adotou o estilo de vida vegano, sendo que essa transição foi facilitada pela arte culinária tradicional do país asiático, que conta com uma rica variedade de ingredientes vegetais e receitas infinitas para preparar pratos à base de vegetais. Em uma entrevista à Xinhua, ele afirmou que o modo de vida vegano consciente e a estrita dieta livre de animais o faz “sentir-se mais energizado, mais saudável” e, como atleta, “mais leve, mais rápido, mais forte”.

Ao longo das trilhas lamacentas da montanha Qianling, 30 km a sudoeste do centro de Pequim, os espartanos veganos saltaram paredes, rolaram por pântanos, subiram cordas e saltaram sobre chamas ardentes. “Estou muito orgulhoso de todos vocês!”, disse Richardson à sua equipe. Seus membros vêm da parte continental da China, da Região Administrativa Especial de Hong Kong, dos Estados Unidos, da Rússia e de Singapura. Alguns deles adotaram o veganismo devido aos seus comprovados benefícios à saúde, outros por questões de segurança relacionadas às práticas questionáveis na agricultura industrial intensiva e/ou à rejeição ético-moral da exploração animal.

A dieta sem carne também é adotada como um esforço pessoal para combater a mudança climática global ao abandonar os produtos de origem animal, já que a agricultura animal é um dos principais contribuintes de emissões de gases de efeito estufa (GEE) em todo o mundo. Um relatório de 2014 da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura indicou que as emissões totais do gado global foram estimadas em 7,1 gigatoneladas de CO2 equivalente por ano, representando 14,5% de todas as emissões de GEE antropogênicas.

Veganismo no esporte

“Minha alimentação à base de plantas me ajudou de muitas maneiras, especialmente com meu treinamento”, disse um membro da equipe Espartano Vegano, Kava Halafihi, da ilha de Tonga, no Pacífico Sul. O estudante universitário formado em educação física adotou o estilo de vida vegano há 19 meses na China, onde estuda e treina para realizar seu sonho – competir nos Jogos Olímpicos como lançador de dardo. “Ser vegano é muito satisfatório. Nunca tive uma relação mais saudável com a comida do que agora e não é uma dieta, é um estilo de vida. É realmente o que você faz dela”, disse ele.

Antes do que ele chamou de “a mudança” para o veganismo, o atleta teve lesões graves – ele havia quebrado os dois joelhos fazendo esportes no passado, exigindo extensas cirurgias. Durante sua reabilitação, Kava se tornou vegano e notou como os efeitos anti-inflamatórios da dieta baseada em plantas funcionavam em seu corpo. “Muitos atletas vegetarianos adotaram uma dieta vegana não apenas por razões éticas, mas também para um melhor desempenho atlético”, apontou. De uma perspectiva pessoal, o atleta disse que uma mudança importante após a mudança foi o aumento do seu nível de energia, bem como uma recuperação mais rápida após cada sessão de treinamento.

Fitness e musculação vegana ganharam popularidade ao longo dos anos e chegaram na China, onde um número crescente de pessoas começaram a praticar como uma maneira de melhorar sua saúde ou para aliviar o estresse da vida em escritórios, observou Kava. A diversidade da culinária chinesa facilita uma dieta vegetariana (ovo e/ou lacto-vegetarianos) ou vegana, disse ele. “É saudável se você optar, além disso, é um bônus para os animais e o planeta. É uma vitória para todos. Você se torna saudável e salva o mundo”.


Fonte: Xinhua

China é o país de que saem mais turistas no mundo

setembro 3, 2018 12:15 pm Published by Leave your thoughts

A China continua na liderança como país que mais envia turistas em todo o mundo, de acordo com dados da Organização Mundial do Turismo (OMT). Apenas no ano de 2017, os chineses gastaram US$ 258 bilhões em viagens internacionais, o que representa quase 20% do gasto mundial com turismo do ano. Em termos mundiais, um total de US$ 1,3 trilhão foram gastos, ou seja, US$ 94 bilhões a mais que em 2016.

O novo informa da OMT também ressalta que, em 2017, um total de 1,33 bilhões de turistas visitaram o estrangeiro, atingindo um novo recorde, com 84 milhões a mais que no ano anterior. O setor do turismo está aumentando ininterruptamente há oito anos, sendo que os maiores destinos de visitantes, a Europa e a África, registraram crescimento anual de, no mínimo, 10%.

Além dos US$ 1,3 trilhão recebidos pelos destinos turísticos, a atividade também gerou mais US$ 240 bilhões para o transporte internacional de passageiros. Os dados dos quatro primeiros meses de 2018 mostram que o turismo mundial continua crescendo continuamente, com um aumento de 6% em relação ao mesmo período do ano passado.


Pesquisadores chineses descobrem novo gene relacionado ao autismo

setembro 3, 2018 11:37 am Published by Leave your thoughts

Um novo gene que regula funções cerebrais e cuja deficiência pode ser causadora de autismo foi descoberto por pesquisadores da Academia Chinesa de Ciências (ACC), de acordo com a revista internacional Cell Reports. A serina/treonina quinasa PAK2 é uma enzima codificada pelo gene PAK2 e desempenha uma função-chave na reorganização do esqueleto celular, podendo controlar o crescimento e até mesmo a morte da célula. Até então, o seu papel dentro do sistema nervoso central era incerto.

Liderado por Sun Zhongsheng, o grupo de pesquisa da ACC realizou experimentos em que eliminaram o gene PAK2 das células, o que permitiu que eles descobrissem que essa ausência desencadeava uma função neuronal anormal e comportamentos que podem ser relacionados ao autismo. Além disso, os pesquisadores observaram múltiplas mutações do PAK2 em pacientes com autismo por meio de sua sequência de genes.

O autismo é uma desordem mental altamente hereditária cujos sintomas incluem dificuldade em interações sociais e na comunicação, interesses limitados e comportamentos repetitivos. Segundo estudos prévios, existem mais de 800 genes que se relacionam à doença, porém a maneira como eles funcionam e o seu papel no desenvolvimento do problema ainda não são conhecidos.


Fonte: Xinhua

Shenzhen planeja construir 33 linhas de metrô até 2035

agosto 31, 2018 4:00 pm Published by Leave your thoughts

A metrópole de Shenzhen, localizada no sudeste da China, tem um plano de construir mais linhas de metrô nos próximos 17 anos, com o objetivo de melhorar o trânsito na cidade e fomentar o intercâmbio com as cidades vizinhas. A cidade, que faz divisa com Hong Kong, planeja ter 33 linhas de metrô em operação, com uma extensão total de 1.335 km até o ano de 2035m, segundo o Metrô de Shenzhen, principal operadora de metrôs da cidade.

Atualmente a cidade possui oito linhas de metrô, com extensão total de 286 km, e já estão sendo construídos mais 273 km de extensão em outras linhas. Assim como Shenzhen, grande parte das principais cidades chinesas têm planos ambiciosos de construção de linhas de metrô, buscando reduzir os congestionamentos e o uso de carros, para combater a poluição do ar.


Maior parte dos chineses têm consciência sobre preservação do patrimônio cultural

agosto 31, 2018 3:30 pm Published by Leave your thoughts

Mais de 80% dos chineses afirmam dar grande atenção às notícias sobre o patrimônio cultural da China e sabe a importância da sua proteção, segundo um estudo publicado pelo China Youth Daily. Feita com 2 mil entrevistados por meio de um questionário online, a pesquisa ainda mostra que 90,2% das pessoas estão dispostas a aprender mais sobre a preservação do patrimônio cultural.

A pesquisa ainda mostra que, sobre os problemas de preservação, 68,2% dos entrevistados afirmaram devem ser adotadas medidas mais sistemáticas, e 74,8% deles acham que as pessoas ainda devem ampliar a sua consciência sobre o assunto.

Tang Miao, um acadêmico do departamento de arqueologia da Universidade de Jilin, ressaltou que os programas sobre relíquias culturais da TV da China, nos últimos anos, mudaram seu enfoque de mera coleção e valor econômico para as histórias por trás delas e que isso explica o crescimento da compreensão e consciência do público sobre a sua preservação.

Desde 2008, a China adota medidas como a promoção de entradas gratuitas em museus públicos e a criação de mais parques de patrimônio público. “A preservação do patrimônio cultural será insustentável sem a participação do público. Atualmente, com o estímulo do governo, há mais organizações não-governamentais e companhias através da China se juntando, e nós estamos explorando um modelo sustentável com base na relação mais estreita das pessoas com as relíquias culturais”, afirmou Tang.


Embaixador do Brasil na China fala sobre êxitos da política de reforma e abertura

agosto 31, 2018 10:30 am Published by Leave your thoughts

O embaixador do Brasil na China, Marcos Caramuru, afirmou que a política de reforma e abertura da China, além de ser bem-sucedida, não beneficiou apenas o gigante asiático, mas o mundo inteiro. “O mundo todo viu o que aconteceu na China nas últimas décadas”, contou Caramuru em entrevista à Xinhua, destacando os êxitos chineses.

Diversas políticas do governo da China beneficiaram um grande número de pessoas, sendo que durante os 40 anos de reforma, 700 milhões de pessoas saíram da pobreza, de acordo com o embaixador, sendo que a meta é retirar todos os cidadãos dessa condição até o ano de 2020. Isso aconteceu graças à forma como o país enfrentou os desafios de investimento, infraestrutura, crescimento e emprego, sempre de maneira estável, afirmou Caramuru.

“De todos os pontos de vista, o modelo chinês é muito bem-sucedido. O objetivo de todas as políticas econômicas é melhorar o padrão de vida das pessoas, e neste sentido a população chinesa é muito bem-sucedida”, comentou o diplomata. A economia da China cresceu de 2% do PIB mundial para cerca de 15% nos últimos 40 anos, se tornando a segunda maior do mundo. O PIB per capita do país saltou de 400 yuans (US$ 62,5) para 59.600 yuans (US$ 9.321) e as companhias chinesas, que antes não apareciam na Fortune Global 500, já somam 115 no ranking.

O embaixador ainda falou que a China se inseriu de maneira bastante ativa no mercado e se tornou um grande player nesse, contribuindo com mais de 30% do crescimento global, demonstrando que toda a economia mundial se beneficiou da reforma e abertura. “Hoje a economia mundial olha para a China com muita expectativa. Muitas pessoas acompanham a realidade chinesa, procuram entendê-la e qual será a sua participação na economia internacional nos próximos anos”.

No Brasil, o diplomata enxerga um esforço bastante intenso e recente para entender a realidade chinesa na sua profundidade, não apenas do governo, como também dos think tanks, estudiosos, academia e políticos. Já em relação ao investimento da China no Brasil, Caramuru afirma que “em um primeiro momento, as empresas chinesas que queriam investir no Brasil tentavam reproduzir a estrutura empresarial que tinham na China, sem procurar entender a profundidade da economia brasileira. Hoje, as empresas evoluíram muito na capacidade de avaliar o mercado brasileiro, de se inserir na economia brasileira, de compreender as dificuldades dela e de buscar formas de resolver os problemas”.


Fonte: Xinhua

Presidente da China solicita esforços para proteger a visão das crianças

agosto 31, 2018 9:30 am Published by Leave your thoughts

O presidente da China, Xi Jinping, insistiu que se adotem medidas efetivas para cuidar da visão ainda na etapa infantil, para que as crianças “tenham um futuro brilhante”, durante uma instrução recente dada como resposta a uma reportagem feita pela imprensa do país que falava sobre a miopia infantil. Ele afirmou que a alta taxa de miopia entre os estudantes, que afeta cada vez mais crianças e em uma idade cada vez menor e que prejudica a saúde delas, é um problema importante para o futuro do país.

Xi acrescentou que as autoridades devem prestar muita atenção a esse assunto e impedir que esse quadro piore, dizendo que é preciso elaborar planos integrais e efetivos para prevenir e tratar a miopia entre as crianças e que os governos de todos os níveis do país devem implementar esses planos. Ele ainda destacou que “todos os setores da sociedade devem responder a esse assunto”.

As autoridades, incluindo o Ministério da Educação e a Comissão Nacional de Saúde, redigiram um rascunho de plano para a prevenção e controle e o publicaram para pedir a opinião do público. O projeto, que estabelece metas e esclarece quais são os deveres dos pais, das escolas e dos departamentos de saúde, entrará logo em vigor.