Autor: Administrador

China diz lamentar aumento das tarifas feito pelos EUA

maio 10, 2019 3:00 pm Published by 1 Comment

A China lamentou, por meio de um comunicado, as medidas tomadas pelos Estados Unidos para aumentar as tarifas sobre os produtos chineses importados, além de ter afirmado que a escalada de atritos comerciais é contrária aos interesses dos povos das duas nações, assim como da população mundial.

“A China lamenta profundamente isso e será forçada a tomar as contramedidas necessárias se a parte estadunidense seguir com essas medidas tarifárias”, disse a declaração feita pelo país asiático. Os Estados Unidos anunciaram nessa semana a elevação das tarifas para produtos chineses no valor de US$ 200 bilhões de 10% para 25%, sendo que essa medida começa a valer a partir do dia 10 de maio.


China planeja fechar mais minas de carvão

maio 10, 2019 9:45 am Published by Leave your thoughts

A China tem como meta fechar mais minas de carvão de pequeno porte, com capacidade anual abaixo das 300 mil ton, fazendo com que até 2021 seu número seja menor que 800. De acordo com um documento divulgado pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, essa medida está sendo tomada devido às preocupações com a segurança. Além de fechar as minas que não atendem aos padrões de segurança e as normas ambientais, as autoridades irão incentivar as minas que tem recursos abundantes e altos padrões de segurança a elevar as suas capacidades.

Para resolver problemas como o excesso de oferta e os registros de segurança falhos, o governo chinês controlou com rigor a nova capacidade da indústria de carvão nos últimos anos, tendo suspendido a aprovação de novas minas de carvão, a menos que certa capacidade obsoleta fosse desativada conforme os requisitos. Segundo o documento, as autoridades manterão o plano de substituição de capacidade para poder aprovar de maneira estratégica a construção de minas com capacidades avançadas.

Dados anteriores da Associação Nacional de Carvão da China mostraram que o número de minas do país foi reduzido drasticamente, chegando a 5.800 no final de 2018. A capacidade de produção média, no entanto, subiu para aproximadamente 920 mil ton por ano.


Superprodução chinesa arrecada 4,6 bilhões de yuans de bilheteria

maio 9, 2019 8:30 pm Published by Leave your thoughts

A superprodução chinesa de ficção científica “The Wandering Earth”, adaptação da obra literária de Liu Cixin que conta a luta humana para mover o planeta Terra para uma nova casa, já arrecadou mais de 4,6 bilhões de yuans (aproximadamente US$ 690 milhões) nas bilheterias da China continental desde a sua estreia, no dia 5 de fevereiro.

Segundo a Rede de Informação de Dados do Cinema Chinês, a obra já se tornou o segundo filme de maior bilheteria da história do país, perdendo apenas para “Wolf Warrior 2”, produção chinesa de ação que alcançou uma bilheteria de 5,6 bilhões de yuans. Pelo que a Beijing Jingxi Culture and Tourism Co., empresa responsável por coproduzir o filme, anunciou em suas redes sociais, “The Wandering Earth” parou de ser exibido nos cinemas do continente chinês na última segunda-feira (06).

O filme surpreendeu o público com seus efeitos especiais considerados do mesmo padrão de Hollywood e por passar os valores chineses de família, amor e responsabilidade ao público internacional. A empresa de streaming estadunidense Netflix já anunciou ter comprado os direitos do filme, que será traduzido para 28 línguas e disponibilizado em mais de 190 países e regiões.

Ainda não se sabe se o filme será superado por “Vingadores: Ultimato”, da Disney e da Marvel, que gerou 3,9 milhões de ingressos de bilheteria no continente chinês apenas em 13 dias, desde a sua estreia em 24 de abril.


Hospital chinês usa 5G para fazer ultrassonografia a distância

maio 9, 2019 6:30 pm Published by Leave your thoughts

Primeiro Hospital Popular de Guangzhou

Em um hospital da cidade de Guangzhou, médicos usaram tecnologia sem fio 5G para realizar uma ultrassonografia em um paciente que estava a 60 km de distância. O exame, que aconteceu na última segunda-feira e durou 20 minutos, consistia em três médicos do Primeiro Hospital Popular de Guangzhou operando, via rede 5G, um braço robótico que realizou a ultrassonografia e monitorando o processo através de telões.

O apoio técnico para o procedimento remoto foi fornecido pela operadora de telefonia China Unicom. De acordo com os técnicos da operadora, as vantagens de alta transmissão e baixa latência da tecnologia 5G permitiram que o problema de delay na transmissão online de áudio e vídeo fossem resolvidos.

Cao Jie, presidente do Primeiro Hospital Popular de Guangzhou, afirmou que o hospital pretende promover a aplicação de tecnologia 5G em outras situações, como consulta médica distante, instrução de cirurgia a distância e tratamento de emergência.


Cidade da China promove implante de microchips em cachorros

maio 9, 2019 4:30 pm Published by Leave your thoughts

A cidade de Changsha, na província de Hunan, está promovendo o implante de microchip em cachorros e o uso de placa inteligente na coleira, de acordo com o departamento de segurança pública local. Um regulamento municipal, que entrou em vigor no dia 1º de maio, afirma que os cachorros de estimação da “zona de gestão rigorosa”, que inclui a maioria dos conjuntos habitacionais e ruas da cidade devem usar microchip e placa inteligente com informações sobre eles.

O chip de GPS tem um código único, que pode ser identificado dentro de 10 metros com um dispositivo especial, já as placas inteligentes permitem que a polícia identifique o animal dentro de 80 metros. Tais mecanismos deverão ser usados principalmente para gerenciar os cães que vivem nas ruas.

Multas de até mil yuans (US$ 150) podem ser aplicadas aos donos que abandonarem os seus animais de estimação, que ainda estarão proibidos de possuir um cachorro durante um período de cinco anos. Os cachorros podem receber o microchip e a placa inteligente em um dos 55 hospitais veterinários locais que o governo designou.

Segundo um livro branco de 2018 sobre aninais de estimação, as áreas urbanas da China têm 6,5 milhões de pessoas que criam 91,5 milhões de cachorros e gatos.


Empresas listadas investem mais em pesquisa e desenvolvimento na China

maio 9, 2019 2:30 pm Published by Leave your thoughts

As empresas chinesas listadas no mercado de classe A registraram um forte crescimento no investimento em pesquisa e desenvolvimento (P&D), de acordo com dados das duas principais bolsas do país.

Das 1.468 empresas que estão listadas em Xangai, 1.466 divulgaram até o fim de abril os resultados de 2018 e, segundo a bolsa, as companhias do setor da economia real investiram 390 bilhões de yuans (US$ 57,92 bilhões) no ano passado, tendo uma alta anual de 21%. Mais de 60 dessas empresas destinaram 10% ou mais de sua receita operacional para P&D.

Em Shenzhen, por sua vez, 2.156 das 2.159 empresas listadas já divulgaram os resultados de 2018 e 344,387 bilhões de yuans foram destinados para P&D, o que representa um crescimento de 22,3% em relação ao ano anterior, sendo esse o quarto ano consecutivo com um aumento acentuado de investimento no setor. Dessas companhias, 245 investiram mais de 10% da receita operacional em P&D, e 48 delas investiram 1 bilhão de yuans ou mais na área, dez a mais que em 2017.


China divulga planos para o Dia Internacional dos Museus

maio 8, 2019 6:00 pm Published by Leave your thoughts

O Dia Internacional dos Museus é comemorado no dia 18 de maio e a Administração Estatal de Patrimônio Cultural da China já declarou que o país comemorará a data com diversos eventos. O Museu de Hunan será a sede do evento principal, assim como de uma exibição conjunta com base nas raízes e espírito da civilização chinesa.

Segundo a administração, outros museus, por toda a China, também lançarão atividades especiais com o tema “Museus como Centros Culturais: O Futuro da Tradição”. Guan Qiang, vice-diretor do órgão afirmou que essas atividades terão como foco as funções e papeis dos museus na herança cultural, e que os museus vão promover a transformação criativa e o desenvolvimento inovador da cultura tradicional do país.

“Por meio das atividades, os museus podem contribuir os intercâmbios e aprendizagem mútua entre as diferentes civilizações, e para o desenvolvimento harmonioso da sociedade”, acrescentou Guan.

 


Alfândega chinesa apreende 13 produtos de marfim

maio 8, 2019 4:00 pm Published by Leave your thoughts

As autoridades alfandegárias da cidade de Qingdao, no leste da China, anunciaram durante essa semana que apreenderam encomendas postais de 13 peças de produtos de marfim que pesavam 277g.

Os funcionários dos correios de Qingdao descobriram objetos suspeitos em vários pacotes provenientes do Japão por meio de uma tomografia computadorizada, e mais tarde confirmaram que eles eram adornos de rolos de tinta feitos de marfim.

As remessas foram declaradas sob nomes falsos, endereços vagos e embalagens grossas, como forma de evitar a fiscalização aduaneira, pelo que disseram as autoridades. A investigação aprofundada ainda está em andamento.

A China proibiu qualquer tipo de comércio nacional de marfim no final de 2017, como parte do seu comprometimento com a proteção dos animais selvagens.


Especialista diz que Iniciativa Cinturão e Rota beneficia a Alemanha

maio 8, 2019 2:00 pm Published by Leave your thoughts

Uma melhor compreensão da Iniciativa Cinturão e Rota, proposta pela China, deverá trazer benefícios para a Alemanha e a todos os envolvidos, pelo que afirmou o Dr. Michael Borchmann, especialista em assuntos internacionais e ex-diretor geral do Departamento de Assuntos Internacionais do Estado de Hesse, em entrevista à Xinhua.

Chamando a Iniciativa do Cinturão e Rota de “programa global em um tempo abalado por guerras e crises”, ele disse que a economia mundial está “tão intimamente ligada” que o impacto das disputas comerciais iniciadas pelos EUA e o crescente protecionismo podem ser sentidos na Alemanha. Na entrevista, Borchmann apelou à China e à Alemanha, ambos defensores do globalismo e do livre comércio, para trabalharem mais juntos.

Borchmann também observou que a mídia alemã já vem usando páginas para cobrir a Iniciativa do Cinturão e Rota e mostrando muito mais interesse na iniciativa, no entanto, o conteúdo às vezes tende a se concentrar nos riscos e perigos. “O público está repleto de avisos sobre supostos perigos que ameaçariam o projeto”, disse, acrescentando que as pessoas deveriam entender melhor a iniciativa e estudar muito mais de perto os resultados existentes.

Em sua opinião, as pessoas podem aprender com a forma como a prosperidade é alcançada em alguns municípios alemães, como Duisburg: “Uma cidade que sofre muito devido à mudança estrutural industrial, mas agora pode olhar para o futuro com muito mais otimismo por causa da nova Rota da Seda”, explicou Borchmann.

Situada no coração da Europa, Duisburg foi um centro da indústria pesada na região do Ruhr em seu apogeu, mas depois teve dificuldades econômicas. Atualmente, o serviço de frete China Railway Express percorre regularmente a cidade, e Duisburg está em franca expansão, com terminais de transporte no lugar das siderúrgicas, e aspirando se tornar um importante centro logístico na Europa Ocidental.


Investimento em energia eólica continua crescendo na China

maio 8, 2019 12:00 pm Published by Leave your thoughts

No primeiro trimestre de 2019, a China acrescentou 4,78 milhões de kW de capacidade energética eólica, de acordo com dados divulgados pela Administração Nacional de Energia. Durante desse período, o país gerou um total de 104,1 bilhões de kWh de eletricidade com a energia eólica, o que representa um aumento de 6,3% em termos anuais.

A província que ficou com a primeira posição em termos de capacidade de energia eólica recém-instalada foi a de Qinghai, que recebeu mais 680 mil kW durante esse período. As segunda e terceira posições ficaram com as províncias de Henan e Hebei, respectivamente, com nova capacidade de 660 mil e 450 mil kW, respectivamente.

Nos últimos anos a China, que é o maior mercado de energia do mundo, aumentou o seu investimento em energia renovável à medida em que continua a reduzir a sua dependência por energia a carvão, que é altamente poluidora.