Autor: Administrador

735 milhões de viagens de trem são realizadas em férias de verão na China

setembro 4, 2019 11:00 am Published by Leave your thoughts

A temporada de verão na China foi concluída e, de acordo com os dados mais recentes da China Railway Corporation (CRC), o número de viajantes de trem cresceu neste ano. De 1º de julho a 31 de agosto foram realizadas 735 milhões de viagens de trem na China, um aumento de 10,4% em relação ao mesmo período do ano passado. No dia 24 de agosto, cerca de 13,69 milhões de viagens de passageiros foram realizadas, o que representa um recorde diário.

Durante esse período, os departamentos responsáveis conseguiram garantir o fluxo seguro e tranquilo do sistema ferroviário por meio de planos de emergência acionados de forma oportuna, mesmo com condições extremas geradas pelos tufões, enchentes, avalanches e deslizamentos de terra em partes do país.

As férias de verão são uma época em que os universitários se deslocam entre as suas cidades de origem e as suas universidades, além de ser um período movimentado para o turismo e lazer.


Série de documentários aborda a medicina tradicional chinesa

setembro 4, 2019 9:23 am Published by Leave your thoughts

Uma série de documentários a respeito da medicina tradicional chinesa (MTC) começou a ser transmitida pela emissora estatal e pela iqiyi, uma plataforma de vídeos online, de acordo com um anuncio da Administração Nacional de Medicina Tradicional Chinesa. “O Conto da Medicina Chinesa”, segundo documentário da série, traz mais de 40 histórias de pacientes e médicos veteranos da MTC, com a introdução de 51 tipos de planta e 38 antigas prescrições em tecidos.

Segundo a administração, o objetivo da série de 12 episódios é apresentar o compromisso que a MTC tem demonstrado pela vida nos últimos 70 anos, desde a fundação da República Popular da China, assim como as suas sofisticadas habilidades e ética profissional.

Com mais de 700 dias de gravação, a produção ficou entre os documentários mais populares no dia do seu lançamento e atualmente a sua avaliação está entre 7,4 e 10 na plataforma de vídeo. O primeiro episódio da série de documentários foi divulgado em 2016 e avaliado entre 8,6 e 10 pontos na plataforma de avaliação cinematográfica Douban.


Voo direto entre Xi’an, na China, e Lisboa é lançado

setembro 3, 2019 1:35 pm Published by Leave your thoughts

Um voo direto entre Xi’an, capital da província de Shaanxi, e Lisboa foi lançado na última sexta-feira (30). A rota aérea é operada pela Capital Airlines, com a aeronave Airbus A330.

Essa rota irá oferecer três viagens de ida e volta por semana, nas quartas, sextas e domingos. O voo de ida deixa o Aeroporto Internacional de Xianyang às 0h15, horário de Pequim, e o voo de volta sai de Lisboa às 22h45, no horário local.

O Aeroporto Internacional de Xianyang, com esse novo voo, conta com um total de 74 rotas aéreas internacionais. A cidade de Xi’an é um destino turístico popular por ser uma das antigas capitais da China e pelos Guerreiros de Terracota.


Telescópio chinês FAST identifica 93 pulsares

setembro 3, 2019 9:00 am Published by Leave your thoughts

O Radiotelescópio de Abertura Esférica de Quinhentos Metros (FAST, em inglês), o maior radiotelescópio de prato único do mundo, identificou 93 novos pulsares desde outubro de 2017, de acordo com um anúncio feito pela equipe de pesquisa no fim da última semana. Um pulsar é uma estrela de nêutrons giratória e altamente magnetizada, que emite dois feixes de luz de radiação eletromagnética.

Desde a primeira vez que a FAST informou ter encontrado pulsares, em outubro de 2017, o telescópio já havia detectado 132 estrelas que apresentaram características semelhantes a pulsares, e 93 delas foram confirmadas. Zhu Wenbai, pesquisador do Observatório Astronômico Nacional, disse que cerca de 3mil pulsares foram identificados por cientistas ao redor do mundo desde que o primeiro foi descoberto em 1967.

A observação de pulsar é uma tarefa importante para o FAST, que pode ser usada para confirmar a existência de radiação gravitacional e buracos negros e ajudar a resolver muitas outras questões na física.

Localizado em uma profunda e redonda depressão calcária de formação natural na Província de Guizhou, sudoeste da China, o FAST foi colocado em operação experimental em setembro de 2016. Ele também é responsável pela exploração de moléculas interestelares e sinais de comunicação interestelar.


China atinge 639 milhões de compradores online no mês de junho

setembro 2, 2019 6:00 pm Published by Leave your thoughts

O número de compradores online da China atingiu 639 milhões no mês de junho, um aumento de 28,71 milhões em relação a dezembro de 2018, de acordo com informações publicadas num relatório do Centro Chinês de Informação da Rede de Internet (CNNIC, na sigla em inglês). Cerca de 74,8% do total de usuários da Internet na China já fizeram compras online, número consideravelmente maior que os 63,1% registrados em junho de 2016.

Entre os compradores online, 622 milhões de pessoas realizavam as suas compras por meio dos seus aparelhos celulares, 29,89 milhões a mais frente ao número do final de 2018. Segundo o relatório, esse crescimento é gerado especialmente pelo aumento do consumo nas cidades menores e áreas rurais, pela expansão do comércio eletrônico internacional e pelos novos modelos de marketing.

No primeiro semestre de 2019, as importações dos negócios de varejo online chegaram a 45,65 bilhões de yuans (US$ 6,44 bilhões), um aumento de 24,3% em relação ao ano anterior, de acordo com o relatório, que cita a Administração Geral das Alfândegas.

O documento ainda mostra que as plataformas de compras online trabalharam ao lado das plataformas de streaming para promover seus produtos e atrair consumidores, estabeleceram cadeias diretas de suprimento com fabricantes e coordenaram os negócios online e offline.


Fundador da Alibaba tem visão promissora do futuro da AI

setembro 2, 2019 3:50 pm Published by Leave your thoughts

Jack Ma, um ícone da era da internet na China, descreveu na última semana uma imagem promissora do advento da inteligência artificial (AI) e disse que máquinas mais inteligentes permitirão que os humanos disfrutem melhor da vida.

Ma, que é o presidente executivo da Alibaba, manteve um diálogo com Elon Musk, diretor da fabricante estadunidense de carros elétricos Tesla, durante a cerimônia de abertura da Conferência Mundial de Inteligência Artificial (WAIC) em 2019, em Xangai. Os dois trocaram ideias sobre temas que vão desde AI até a educação futura para as missões em Marte.

Nessa conversa, enquanto Ma insistia que os computadores nunca podem superar o homem, Musk acredita que os humanos estão fadados ao fracasso na competição pela inteligência. Em relação às perspectivas de a AI roubar empregos dos humanos e causar demissões em massa, por exemplo, Ma desafiou a suposição de que haverá uma escassez de empregos no futuro.

“A invenção da eletricidade ofereceu aos humanos mais tempo livre, para que você possa dançar à noite”, argumentou o chinês. “Da mesma forma, a AI oferecerá aos humanos mais tempo para desfrutar sua humanidade”. Ele ainda afirma crer que as pessoas deveriam trabalhar três dias na semana, quatro horas por dia. “Acho que não precisaremos de muitos empregos até lá. Os empregos que precisaremos tornarão as pessoas mais felizes, as ajudarão a experimentar a vida”.

Por outro lado, a AI será necessária para muitos trabalhos indesejados por trabalhadores humanos, segundo Ma. Especialmente em uma época em que os avanços nas ciências biológicas aumentam a expectativa de vida para mais de 100 anos, robôs inteligentes assumirão o laborioso cuidado dos idosos.

Musk, por sua vez, disse que com o tempo, a AI tornará os trabalhos desnecessários. “Provavelmente o último trabalho que se manterá será o de escrever programas informáticos de AI, até que finalmente a AI escreverá os seus próprios programas”. Ele recomendou o estudo de engenharia, física e interação humana na próxima era da inteligência artificial.

Ma falou ainda que a sua maior preocupação é a educação, que hoje em dia é projetada para o período industrial. “Precisamos mudar a maneira como educamos e ensinar nossos filhos a serem criativos e construtivos”.


China inaugura novas zonas de livre comércio

setembro 2, 2019 2:04 pm Published by Leave your thoughts

ZLC piloto de Yunnan

Novas zonas livres de comércio (ZLCs) foram inauguradas na China na última sexta-feira (30), com a intenção de impulsionar a reforma e abertura do país. A Região Autônoma da Etnia Zhuang de Guangxi, no sul da China, por exemplo, realizou uma cerimônia de abertura de uma ZLC piloto em Nanquim, sua capital.

A ZLC piloto de Guangxi busca fortalecer a cooperação com a região da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN). A sua área total é de cerca de 120 km², cobrindo as áreas de Nanning, Porto de Qinzhou e Chongzuo. Segundo o governo regional, a ZLC focará nos serviços financeiros modernos, logística inteligente, economia digital, indústrias de manufatura emergentes, logística de remessa portuária, comércio internacional, peças de veículos de nova energia e turismo transfronteiriço.

Um plano divulgado na última semana pelo Conselho do Estado, as seis novas ZLCs do país se localizam em Shandong, Jiangsu, Guangxi, Hebei, Yunnan e Heilongjiang, o que faz com que o país agora tenha um total de 18 ZLCs.

A Província de Yunnan, vizinha de Guangxi, também anunciou nesta sexta-feira a inauguração de sua ZLC piloto, que cobre partes de Kunming, capital provincial, a sub-região autônoma das etnias Hani e Yi de Honghe e a sub-região autônoma das etnias Dai e Jingpo de Dehong.

Wang Guangfu iniciou seus negócios em Dehong, que faz fronteira com Mianmar, em 2000. A sua empresa lançou uma plataforma no atacado online em 2017, dando empregos para mais de 6.600 varejistas de Mianmar, e desenvolveu um aplicativo de compras em celular para os clientes individuais. “Espero a implementação das políticas relacionadas com a ZLC piloto, que promoverá o desenvolvimento de indústrias orientadas para a exportação”, disse ele na inauguração.


China envia nova frota naval para missão de escolta

setembro 2, 2019 9:28 am Published by Leave your thoughts

A 33ª frota da Marinha do Exército de Libertação Popular (ELP) da China zarpou nessa semana da cidade portuária de Quindao, na província de Shandong, para o Golfo de Aden, para escoltar navios civis. A frota é composta principalmente de forças navais do Comando do Teatro Norte da Marinha chinesa, incluindo um destróier, uma fragata e um navio de abastecimento.

Mais de 600 oficiais e soldados fazem parte da frota, que ainda conta com dezenas de soldados de operações especiais e dois helicópteros. A Marinha do ELP começou a realizar missões de escolta no Golfo de Áden e nas águas da Somália em dezembro de 2008. Na última década, a Marinha chinesa despachou 106 navios e mais de 28 mil oficiais e soldados para escoltar mais de 6.700 navios chineses e estrangeiros.


Huawei lança no Chile primeira “nuvem pública” da América Latina

agosto 30, 2019 4:30 pm Published by 1 Comment

A Huawei, gigante chinesa da tecnologia, lançou nesta semana no Chile a primeira nuvem pública da América Latina, um serviço que oferecerá soluções para armazenagem de computadores, redes e big data baseados em inteligência artificial (AI), entre outros serviços. A “Huawei Cloud” proporcionará um serviço de baixa latência, seguro e acessível globalmente tanto para o Chile quanto para outras nações latino-americanas.

Em seu discurso, o presidente regional da Huawei na América Latina, Zou Zhilei, disse que o serviço em nuvem reduzirá bastante o custo dos investimentos comerciais e aumentará o desempenho operacional das empresas. “Mais e mais empresas vão mover seus dados para a nuvem. A nuvem ajudará as empresas a melhorar sua inovação, conhecer e analisar melhor a tendência de seu setor, o que ajudará a aumentar a sua competitividade no mercado”, disse ele.

Zou também destacou que a América Latina é um dos mercados de desenvolvimento mais rápido da “nuvem pública” do mundo. A Huawei definiu em 2018 que “nuvem pública” seria um se seus núcleos estratégicos na América Latina.

O presidente regional disse que a companhia continuará aumentando os seus investimentos para fornecer serviços em nuvem localizados, rápidos, seguros e globalizados, com o objetivo de satisfazer melhor à demanda dos clientes e acelerar a renovação dos negócios.

Enquanto isso, o presidente da Huawei Cloud Global Marketing and Sales, Edward Deng, assinalou durante a conferência que trabalha há 20 anos na América Latina. Ele disse que até 2025, todos os países adotarão o novo poder de convergência (NCP) que e a soma da nuvem, o 5G e a inteligência artificial.

Deng comentou que com a “Huawei Cloud” no Chile, o setor médico, a reação inicial a desastres naturais, o comércio, os serviços financeiros, a mineração e o transporte irão se beneficiar. “A computação em nuvem e a tecnologia de inteligência artificial são importantes para impulsionar a digitalização digital”, ressaltou ele.

Após a apresentação, a ministra dos Transportes e Telecomunicações do Chile, Gloria Hutt, disse à Xinhua que os métodos de segurança estão se tornando mais eficazes porque as próprias empresas se preocupam, uma vez que a segurança é parte do seu elemento competitivo.

Hutt disse em seu discurso durante a apresentação que a instalação do centro regional dos dados em nuvem da Huawei no Chile vem complementar a chamada “Matriz digital”, um plano do governo chileno que busca fornecer ao país infraestrutura de telecomunicações de nível mundial. Esse plano tem a missão de trazer os benefícios da economia digital para os cidadãos e promover diversos setores produtivos.

A “Huawei Cloud” também é uma ferramenta para ajudar governos e empresas a acelerar a transformação digital. A nuvem pública ajudará empreendedores de pequenas e médias empresas a iniciar negócios em um curto espaço de tempo e a um custo, quando comparado ao das nuvens privadas, de acordo com as fontes oficiais.


China realizará grande celebração no Dia Nacional

agosto 30, 2019 2:30 pm Published by Leave your thoughts

A China anunciou que realizará uma grande celebração, seguida por uma parada militar e desfile de massas na Praça Praça Tian’anmen, em Pequim, em 1º de outubro, Dia Nacional da China. A celebração será uma forma de comemorar o 70º aniversário de fundação da República Popular da China (RPC).

Alguns armamentos avançados serão apresentados na parada militar, cuja escala está programada para ser maior do que as realizadas nos 50º e 60º aniversário de fundação da RPC, assim como a parada militar do Dia da Vitória em 2015. Líderes do Partido e do Estado e representantes de diferentes áreas também participarão de uma grande reunião na parte da noite que terá um evento de gala e um show de fogos de artifício.