Autor: Administrador

Iniciativa Cinturão e Rota traz oportunidades para América Latina

abril 30, 2019 9:10 am Published by Leave your thoughts

O Segundo Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional foi aberto na última sexta-feira (26), tendo atraído líderes de Estado de quase 40 países e mais de 5 mil participantes estrangeiros de mais de 150 países e 90 organizações internacionais. A Iniciativa Cinturão e Rota, que inicialmente foi proposta por Xi Jinping em 2013, vem sendo ampliada para os cinco continentes, e dessa forma, traz diversas oportunidades para a América Latina.

Evandro Carvalho, professor da FGV Rio e coordenador do centro de estudos Brasil-China, afirmou em entrevista à Xinhua que, em sua opinião, o Cinturão e Rota é a primeira grande iniciativa positiva do século XXI. “A proposta do Cinturão e Rota oferece uma nova oportunidade de desenvolvimento para outras regiões incluindo a América Latina”.

Mesmo com uma separação geográfica distante, ao ver de Carvalho, não é absurdo falar sobre o Cinturão e Rota para a América Latina uma vez que a China já é o primeiro ou segundo maior parceiro comercial de muitos países da região. Essa realidade tem incluído, na prática, a região latino-americana dentro do projeto do Cinturão e Rota.

De acordo com dados do Centro de Estudos Brasileiros do Instituto da América Latina, subordinado à Academia Chinesa de Ciências Sociais, o volume comercial bilateral entre a China e o Brasil totalizou US$ 111,18 bilhões em 2018. As estatísticas oficiais do Brasil, por sua vez, indicam que entre 2003 e 2018, o investimento chinês no Brasil chegou a cerca de US$ 69,2 bilhões.

“Os maiores desafios econômicos dos tempos atuais são a eliminação da pobreza, a redução nos níveis de desigualdade de renda e a promoção do crescimento sustentável e sustentado”, indicou Jorge Arbache, vice-presidente do setor privado do Banco de Desenvolvimento da América Latina-CAF, em seu discurso feito num evento temático paralelo ao fórum. “Esses desafios exigem esforços conjuntos e coordenados entre países, e claro, não é uma tarefa fácil. O Cinturão e Rota pode ser considerado como uma iniciativa importante nessa direção’.

Segundo ele, a Iniciativa Cinturão e Rota cria novas oportunidades na área de investimento em infraestrutura e na importação e exportação para muitos países. Ambos criam mais e melhores oportunidades para o crescimento econômico, isso contribui com o alívio da pobreza.

Atualmente, a China é o maior parceiro comercial, o maior destino de exportação e a maior origem de importação do Brasil. As exportações brasileiras para a China correspondem a 27,9% do total, e 19,6% do total das importações do país vêm da China. “A iniciativa chinesa se foca em infraestrutura, na integração financeira, e através dessas construções reais no mar, na terra, ferrovias, estradas, tecnologia de comunicação, por exemplo, você favorece a integração dos povos, e eles se beneficiam de verdade”, afirmou Carvalho.

“Muitos projetos de infraestrutura em planejamento pelo governo brasileiro estão orientados para a exportação do agronegócio, que é muito importante para economia brasileira. Isso combina muito bem com o Cinturão e Rota. O investimento em infraestrutura ajudará a exportação dos produtos agrícolas brasileiros e promoverá o crescimento econômico local. Ao mesmo tempo, a melhora em infraestrutura também reduzirá o custo de transação para o comércio externo do Brasil. Será certamente favorável para ambos os lados no longo prazo”, disse Hsia Hua Sheng, professor da FGV EAESP.

Segundo Hsia, o Cinturão e Rota não somente beneficiará a América Latina, mas também facilitará o intercâmbio e o desenvolvimento através do mundo. “Mas se a iniciativa quiser durar por mais tempo, os outros países precisam aumentar seus próprios investimentos, em vez de depender de fundos chineses”, acrescentou ele. “A iniciativa deve contar com a colaboração de todos os países participantes para promover de forma sustentável o projeto do Cinturão e Rota”.


Fonte: Xinhua

Projeto de corrente direta suprirá demandas de energia limpa na Grande Área da Baía

abril 29, 2019 7:10 pm Published by Leave your thoughts

O projeto de corrente direta Wudongde da China Southern Power Grid deverá começar a operar até 2020, de acordo com reportagem no jornal China Daily. Esse, que é o primeiro projeto do mundo para a transmissão de eletricidade de corrente direta em ultra-voltagem flexível e com diversos terminais, deverá preencher as demandas de energia limpa da região da Grande Área da Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

Com investimento de 24,25 bilhões de yuans (US$ 3,59 bilhões), o projeto deverá transmitir outros 20 bilhões de kWh de energia limpa todos os anos das regiões provinciais de Yunnan e Guangxi para a Grande Área da Baía. Dessa forma, o uso de carvão na Grande área da Baía deverá ser 6,31 milhões de ton menor. No ano passado, o consumo de energia da região ficou em 520 bilhões de kWh.

“É uma situação de benefício mútuo para a província de Yunnan e a Região Autônoma da Etnia Zhuang de Guangxi se unirem à Grande Área da Baía”, disse Zhang Yong, diretor da seção de transmissão de energia do Centro de Transmissão e Controle da China Southern Power Grid. “Como Yunnan e Guangxi têm abundantes recursos hídricos e eólicos para gerar energia limpa e a Grande Área da Baía tem mais exigência para projetos de energia limpa, os projetos ajudarão a promover o crescimento econômico em Guangxi e Yunnan”.

O projeto passa por 16 cidades no sul da China e tem 3 estações conversoras de energia em Kunming (Yunnan), Liuzhou (Guangxi) e Huizhou (Guangdong), com linhas de transmissão elétrica que percorrem 1.452 km.


China lança campanha contra violações de direitos autorais

abril 29, 2019 4:30 pm Published by Leave your thoughts

A campanha “Rede de Espada 2019” foi lançada em conjunto por quatro departamentos governamentais na última sexta-feira (26), com o objetivo de combater as violações de direitos autorais na internet, com ênfase na paráfrase por contas da auto-media e nas atividades ilegais e irregulares de agências de imagem.

Os departamentos responsáveis pela campanha são a Administração Nacional de Propriedade Intelectual; a Administração do Ciberespaço da China; o Ministério da Indústria e Informatização e o Ministério da Segurança Pública. A operação deverá acontecer entre os meses de abril e outubro.

As autoridades responsáveis disseram que irão punir com severidade a reprodução não autorizada de novos produtos das organizações da mídia e as ações de plágio, distorção e abreviação de novos produtos das organizações de mídia por auto-media ou contas de mídias sociais operadas por indivíduos para oferecer produtos de informação.

Também serão combatidas rigorosamente ações como a filmagem e gravação ilegal nos cinemas, a difusão de filmes e obras de televisão piratas pela internet e a distribuição de produtos por meio de dispositivos inteligentes e software de mídias de transmissão.


Xi Jinping fala sobre desenvolvimento de qualidade do Cinturão e Rota

abril 29, 2019 2:50 pm Published by Leave your thoughts

O presidente da China, Xi Jinping pediu que os participantes da Iniciativa Cinturão e Rota que avancem ao longo do caminho de desenvolvimento de alta qualidade. O pedido foi feito durante o discurso que ele realizou na abertura do Segundo Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional em Pequim.

Segundo ele, os princípios de consulta extensiva, contribuição conjunta e benefícios compartilhados devem ser defendidos, e devem ser adotadas abordagens abertas, verdes e limpas. Xi ainda disse que devem ser alcançados os objetivos de alto padrão, de aprimoramento de subsistência e de desenvolvimento sustentável.


30 milhões de ton de resíduos da construção civil são reciclados e reaproveitados em Pequim

abril 27, 2019 3:37 pm Published by Leave your thoughts

Mais de 30 milhões de ton de resíduos da construção civil foram reciclados e usados para a criação de novos produtos em Pequim no último ano, pelo que informaram as autoridades locais. Segundo a comissão municipal da habitação e do desenvolvimento urbano e rural, o principal destino desses produtos foi a construção de instalações públicas e outros projetos do governo.

Em abril do ano passado, a cidade emitiu uma diretriz para promover a reciclagem de resíduos da construção civil, estipulando responsabilidades por parte dos departamentos pertinentes nos diversos níveis, requisitos para o uso de produtos e políticas fiscais preferenciais para atrair empresas.  Até o fim de março, 103 locais de reciclagem de resíduos de construção na capital da China. Atualmente 88 estão em operação, lidando com cerca de 85 milhões de ton de resíduos todos os anos.

Estão em construção mais dez locais de reciclagem, com capacidade combinada de mais de 5 milhões de ton. Depois de serem triturados, filtrados e processados para se tornarem agregado reciclado, os resíduos podem ser usados como matéria-prima para produzir produtos como tijolos, argamassa e concreto.


Cientistas chineses reproduzem primeira extinção em massa da Terra

abril 26, 2019 6:00 pm Published by Leave your thoughts

O processo da primeira extinção em massa da Terra foi reproduzido com alta precisão por cientistas chineses do Instituto de Nanquim de Geologia e Paleontologia do leste da China, subordinado à Academia Chinesa de Ciências. O estudo foi publicado pela revista Earth-Sciences Reviews e os pesquisadores ressaltaram que o êxito que eles alcançaram em um marco estratigráfico integral é aproximadamente três vezes mais preciso que antes. Espera-se que a reprodução contribua com o estudo da evolução biológica.

Os cientistas resumiram as características evolucionárias dos animais bentônicos no final do período Ordovícico, época quando ocorreu a extinção, e combinaram-nas com os dados biológicos e estratigráficos do isótopo de carbono, para melhorar a precisão da pesquisa geológica e paleontológica no período. Quase 85% da vida marinha desapareceu durante a primeira extinção em massa, e o ecossistema marinho foi severamente danificado.

Apesar disso, devido às limitadas referências e baixa precisão de dados, não se tinha obtido até agora uma conclusão final em relação à causa e o processo da extinção. “Identificamos que o momento exato da extinção foi a 445 milhões de anos atrás, que é também o momento em que se formou a capa de gelo Gondwana do Antártico”, explicou Wang Guangxu, líder da equipe de pesquisa. “A mudança climática e a formação da capa de gelo são provavelmente as principais causas da ampla extinção da vida marinha”, acrescentou.


Expo de horticultura de Pequim terá 2.500 atividades culturais

abril 26, 2019 5:00 pm Published by Leave your thoughts

A Exposição Internacional de Horticultura será aberta nesta segunda-feira (29), em Pequim e contará, ao longo dos seus 162 dias, com aproximadamente 2.500 atividades culturais. Além das grandes atividades, como a cerimônia de abertura e o Dia do Pavilhão da China, os visitantes ainda podem aproveitar diversas atividades especiais, como desfiles de carros florais e apresentação de culturas étnicas globais, pelo que afirmaram os organizadores.

“Essas atividades culturais são organizadas pelos mais de 60 países e organizações internacionais, tornando a expo uma grande plataforma para diversas culturas de todo o mundo e mostrando a harmonia entre os humanos e a natureza”, disse Wang Hong, vice-prefeita de Pequim.

O evento acontecerá até o dia 7 de outubro e mostrará as realizações nas culturas de flores, frutas e de hortas no distrito de Yanqing, que fica no noroeste de Pequim, ao pé da Grande Muralha. Todos os preparativos, incluindo a construção do local e a decoração interior para 110 expositores oficiais e 120 não oficiais, já foram concluídos.

Esta é a segunda vez que a China realiza uma grande exposição de horticultura, sendo que em 1999, a cidade de Kunming sediou o evento.


Rede de Estudos do Cinturão e Rota é inaugurada

abril 26, 2019 4:00 pm Published by Leave your thoughts

Foi inaugurada nessa semana a Rede de Estudos do Cinturão e Rota, criada em conjunto pelo Instituto Xinhua e outros 15 centros de consultoria. A rede é um mecanismo de intercâmbio e cooperação acadêmica estabelecido para atender organizações internacionais de consultoria, organizações internacionais e regionais e pesquisadores de diversos países, assim como para promover estudos acadêmicos e intercâmbios sobre a Iniciativa Cinturão e Rota, segundo comunicado.

Esses 16 centros que iniciaram o projeto formaram um conselho de fundadores, e Cai Mingzhao, presidente da Agência de Notícias Xinhua e do Instituto Xinhua, também preside o conselho. Como principal iniciador, o Instituto Xinhua também é a sede do Secretariado do Conselho.

A Rede de Estudos do Cinturão e Rota planeja realizar um evento de intercâmbio acadêmico anualmente, organizar seminários e visitas de campos aos projetos do Cinturão e Rota e arrecadar dinheiro para estabelecer um fundo de pesquisa internacional sem fins lucrativos para o Cinturão e Rota.

O comunicado diz que a inauguração da Rede de Estudos do Cinturão e Rota impulsionará os estudos especializados na iniciativa para um nível superior e contribuirá com mais sabedoria e força para a construção do Cinturão e Rota. A página oficial é a www.brsn.net e a rede também criará a sua aplicação, assim como uma revista da Rede de Estudos do Cinturão e Rota e um banco de dados básico relacionado à iniciativa.


China contém surto de febre suína

abril 26, 2019 11:00 am Published by Leave your thoughts

Os surtos de febre suína africana que estavam acontecendo na China foram contidos, segundo informou Wang Junxun, funcionário do Ministério da Agricultura e dos Assuntos Rurais, em uma coletiva de imprensa. No primeiro trimestre, foram reportados 17 casos, enquanto no último trimestre do ano passado esse número foi de 74. O país ainda terminou com os bloqueios em 23 regiões a nível provincial.

Desde o surto da doença em agosto do ano passado, a China registrou um total de 129 casos e sacrificou 1,02 milhão de porcos. Por causa dessa epidemia, o fornecimento de porco caiu 5,2% anualmente para 14,63 milhões de ton durante o primeiro trimestre deste ano.

O preço médio de porcos vivos aumentou para 15,15 yuans (US$ 2,26) por kg durante a primeira semana de abril, em comparação com os 12,91 yuans no mês passado. “Isso mostra que os preços de porcos vivos entraram em um ciclo de alta antes da época”, disse Wang. Ele ainda previu que a produção de porco diminuirá e que a oferta de porcos vivos será reduzida, e acrescentou que o preço de porcos vivos no quarto trimestre pode superar os níveis recorde de 2016.


Lhasa recebe quase 20 milhões de visitantes em 2018

abril 26, 2019 9:30 am Published by Leave your thoughts

A cidade de Lhasa, capital da Região Autônoma do Tibete, recebeu um total de 19,9 milhões de visitantes em 2018, uma alta de 23,87% em relação ao ano anterior, pelo que disseram as autoridades locais de turismo em uma entrevista coletiva. Foi arrecadado um total de 28,28 bilhões de yuans (US$ 4,21 bilhões) em turismo, um aumento de 24,33% em relação a 2017.

Alguns dos pontos turísticos e culturais mais renomados da China ficam em Lhasa, como é o caso do Palácio Potala e do Templo Jokhang. Até outubro, a cidade tinha 24 pontos turísticos de nível A, 143 hotéis de estrelas e 311 agências de viagens, segundo Tashi Dondrup, vice-diretor do escritório de desenvolvimento do turismo de Lhasa.

O Tibete lançou uma série de políticas preferenciais para atrair mais turistas durante o inverno, como entradas grátis em alguns pontos turísticos e descontos nas passagens aéreas. O resultado disso foi que a região recebeu 2,46 milhões de turistas no último inverno, 84,2% a mais que no ano anterior.