Aumentos de juros projetados pelos EUA ‘não vão domar suficientemente’ a inflação, diz Credit Suisse

Analistas de pesquisa do banco suíço afirmam que taxas continuam baixas para conter crescimento

Créditos: Xinhua/Wang Ying

Uma matéria divulgada pelo jornal Market Watch mostrou que a inflação nos Estados Unidos, que já atingiu o maior crescimento em 40 anos, deve permanecer alta, mesmo com a conclusão dos aumentos de juros projetados pelo Sistema de Reserva Federal (Fed),

O texto divulgado considerou a análise feita por analistas de pesquisa do banco Credit Suisse, a partir do plano do governo de aumentar 10 ou 11 vezes os juros em 0,5 ponto projetados até o final do próximo ano.

Em uma nota publicada na última semana, Jonathan Golub, estrategista-chefe de ações dos EUA e chefe de pesquisa quantitativa, e outros disseram que, embora os aumentos de juros projetados pelo Fed “possam parecer restritivos, é improvável que dominem suficientemente o atual ritmo tórrido da inflação”.

“Em outras palavras, não apenas a taxa está muito baixa hoje, mas provavelmente será muito baixa mesmo depois que o Fed concluir seus aumentos de taxa projetados”, escreveram no texto.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.