Árvore mais alta da parte continental da China é encontrada no Tibet

Pinheiro branco do Butão possui 76,8 metros de altura

Créditos: Xinhua

Pesquisadores chineses encontraram uma árvore de 76,8 metros no distrito de Medog, na Região Autônoma do Tibet, no sudoeste da China, a mais alta já registrada na parte continental do país, informaram autoridades locais, na segunda-feira.

A árvore, pertencente à espécie Pinus bhutanica, ou pinheiro branco do Butão, foi medida por uma equipe da Universidade de Pequim em abril. A medição final foi superior ao recorde anterior de 72 metros de altura.

A equipe utilizou um radar a laser, que pode obter um modelo 3D de pontos da árvore, com rapidez e precisão, disse Guo Qinghua, professor da Universidade de Pequim, acrescentando que é o método mais avançado para medir a altura de árvores.

Na aldeia de Gelin, em Medog, os pesquisadores encontraram oito árvores com mais de 70 metros de altura. As alturas variam de 70,2 metros a 76,8 metros.

Gesang Bachug, chefe da administração florestal e de pastagens em Medog, disse esperar que os dados coletados e a análise dos pesquisadores esclareçam as condições e mecanismos de crescimento de árvores altas para oferecer uma base científica para os esforços locais de conservação.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.