40 anos de reforma e abertura

Em 18 de dezembro do ano passado, a China celebrou os 40 anos da política de reforma e abertura iniciada em 1978. Depois da fundação da República Popular da China, em 1949, esta política é o evento mais importante que marca uma virada histórica nos rumos do país. Naquele ano de 1978, a economia chinesa…

A China e a 4ª Revolução Industrial

A China completou 40 anos do início de sua abertura e reforma econômica empreendendo políticas públicas de inovação que visam a tornar o país líder das tecnologias da 4ª Revolução Industrial, como inteligência artificial, robótica, Internet das coisas e o padrão 5G de telecomunicações. Essa estratégia de desenvolvimento aprendeu com os erros de nações que…

Um novo fórum de especialistas sobre a China no Brasil

No final de outubro deste ano realizou-se o I Encontro da Rede Brasileira de Estudos da China (RBChina), na PUC Minas, em Belo Horizonte. Profissionais das mais diversas áreas compareceram ao evento para discutir temas relacionados à China e à relação sino-brasileira. Esta iniciativa inaugura um novo momento da sinologia no Brasil e resulta o…

A nova globalização dos Brics

Em 2018, o Brasil hospedará o encontro de cúpula dos Brics. Como é de praxe, ao lado da reunião dos líderes de Estado, também devem se reunir, em uma série de fóruns setoriais, as lideranças intelectuais e políticas de distintas áreas – economia, educação, saúde, segurança, ciência e tecnologia – incluindo a participação da academia…

Brics, em defesa do multilateralismo e contra a guerra comercial

A 10ª Cúpula do Brics, em Joanesburgo, iniciou-se com a responsabilidade de afirmar o compromisso dos cinco países na defesa do multilateralismo comercial e da democratização do sistema internacional diante da ameaça de expansão do protecionismo comercial e do unilateralismo em razão da “guerra comercial” iniciada pelos EUA. Esta “guerra comercial” terá reflexos negativos sobre…

Qual o futuro do “B” e do “S” do Brics?

Este ano, a 10ª Cúpula do Brics será em Johanesburgo, na África do Sul, e, no ano que vem, no Brasil. O “B” e o “S” estão nas extremidades do acrônimo, assumindo função de limite territorial da palavra. No centro “RIC”. Três potências nucleares situadas no mesmo campo geopolítico e, portanto, com muitos pontos de…

Diálogos de Direitos Humanos Brasil-China

No mês de maio, o Brasil recebeu a mais importante delegação da área de direitos humanos da China. O encontro aconteceu na FGV Direito Rio e foi liderado por Qiangba Puncog, vice-presidente da Assembleia Popular Nacional da China e também presidente da Sociedade de Estudos de Direitos Humanos da China (CSHRS). A delegação contava ainda…

O Brasil não deve temer a China

A crise econômica brasileira e a necessidade de investimentos externos encontraram na disposição chinesa para comprar produtos e investir no Brasil a ocasião para aprofundar ainda mais a relação entre os dois países. O Brasil enfrenta desafios que são comuns à China, tais como o fato de ter um extenso território para exercer soberania, governar…

A distância parece vizinhança aos amigos

Já se passaram cinco meses desde que assumi o cargo de Cônsul-Geral da China no Rio de Janeiro. E, durante este período, conheci muitos amigos e colegas de várias

As Duas Sessões e a promoção do Estado de Direito na China

Quem olha para a China apenas como um país comprador ou exportador de mercadorias e investidor internacional está deixando de enxergar a parte mais dinâmica e fundamental do país: aquela que se dá não por entre as suas fronteiras, mas dentro de suas fronteiras.