Artigo expõe desastres humanitários causados por guerras dos EUA

Texto analisa consequência dos conflitos, como mortes de civis e danos à propriedade

A Sociedade Chinesa de Estudos de Direitos Humanos publicou nesta sexta-feira um artigo intitulado “Graves desastres humanitários causados pelas guerras agressivas dos EUA contra outros países”, que analisa as ações do país desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

Os Estados Unidos têm lançado guerras em territórios estrangeiros sob o pretexto de “intervenção humanitária”, causando a perda massiva de vidas militares, inúmeras mortes de civis e danos à propriedade, explica o texto.

O artigo observa que os Estados Unidos travaram 201 conflitos armados entre os 248 ocorridos em 153 regiões do mundo desde o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, até 2001.

As guerras lançadas pelo país ainda tiveram consequências sociais, como estagnação da produção, ondas de refugiados, agitação social, crise ecológica e traumas psicológicos.

O artigo também aponta que as guerras causaram danos aos países que não estavam envolvidos nos conflitos e até os próprios Estados Unidos foram vítimas das batalhas estrangeiras que lançaram.

O texto conclui que a crise humanitária decorre da mentalidade hegemônica dos Estados Unidos. O abandono do pensamento por interesse próprio do país seria a única solução para que todos pudessem usufruir dos direitos humanos, com benefícios mútuos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.