Arrozais de solo salino entram em período de safra em Xinjiang

O rendimento teórico dos arrozais de solo salino na margem oeste do deserto de Taklimakan chegou a 546,74 kg/mu

Um monitoramento público foi realizado nos arrozais de solo salino na margem oeste do deserto de Taklimakan, na Região Autônoma de Uigur de Xinjiang, na última semana. O arroz de solo salino, desenvolvido pela equipe de pesquisa e desenvolvimento de Yuan Longping, “pai do arroz híbrido”, alcançou um rendimento teórico de 546,74 kg/mu (1 mu é cerca de 0,07 ha), com base na amostragem aleatória de um arrozal.

O campo de teste, na vila de Bayiawati, no distrito de Yopurga de Kashgar, tinha 20 ha. A salinidade do solo era tão alta quanto cerca de 1,7%, com um valor de pH acima de oito, indicando um alto grau de salinidade.

Ao redor do Taklimakan, o maior deserto da China, há grandes áreas de terras salinas, que são consideradas inadequadas para a produção agrícola. Apesar disso, especialistas dizem que o arroz de solo salino pode melhorar o solo e diminuir a salinidade, transformando as terras salinas em férteis. 

O centro de pesquisa e desenvolvimento de solo salino, que tem sede em Qingdao, iniciou testes de campo em Xinjiang, Heilongjiang, Shandong, Zhejiang e Shaanxi em maio de 2018, com o objetivo de selecionar a melhor variedade para a promoção em todo o país.

Fonte: Xinhua

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.