Arquiteto chinês se torna membro oficial da Academia de Arquitetura da França

Segundo o presidente da academia, os membros já estavam de olho no trabalho de Dong Gong desde 2010, quando o chinês ganhou o CA’ASI Chinese New Architecture Award

O arquiteto chinês Dong Gong se tornou oficialmente um membro estrangeiro da Academia de Arquitetura da França nesta semana. Martin Robain, presidente da academia, disse na cerimônia de oficialização que Dong Gong chamou a atenção da academia pela primeira vez ao ganhar o CA’ASI Chinese New Architecture Award, em 2010. “Seguimos seus projetos desde então e descobrimos que seu trabalho é muito impressionante. Foi por isso que decidimos recebê-lo em nossa academia este ano”.

Em seu discurso, Dong Gong agradeceu a academia pelo reconhecimento e apresentou alguns de seus projetos mais recentes, incluindo um de seus famosos projetos na China: o da Biblioteca na Costa, na província de Hebei. Assim que se formou na Universidade de Tsinghua, o chinês estudou arquitetura nos Estados Unidos, tendo retornado à China em 2008, quando fundou a Vector Architects, em Pequim.

A Academia de Arquitetura da França, que foi fundada em 1840, é considerada uma das academias de arquitetura mais prestigiadas do mundo. Ela é composta por cerca de 200 membros, entre eles, mais de 50 estrangeiros. 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.