Arqueólogos chineses encontram oficinas de jade com mais de 5 mil anos

Material encontrado pode ajudar a entender estrutura da civilização antiga

Dez oficinas de processamento de jade com cerca de 5 mil anos foram descobertas nas ruínas de Huangshan, na cidade chinesa de Nanyang. De acordo com os arqueólogos, o material é importante para entender a origem da civilização do país.

As oficinas escavadas revelam uma grande base de processamento de jade. Ma Juncai, líder do projeto de escavação do Instituto Provincial de Patrimônio Cultural e Arqueologia de Honã, explica que a descoberta fornece materiais para estudar o povo de milênios atrás em uma região chave no processo de intercâmbio e choque culturais entre o norte e o sul.

Ma ainda afirmou que os itens semi acabados e acabados e as ferramentas de processamento encontrados, todos feitos de jade, mostram as etapas de trabalho da pedra e fornecem uma base para estudar a estrutura social e as atividades econômicas daquela época.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.