Argentina e China organizam acordo para produção de carne suína

País asiático também lançou políticas internas para incentivar produção de suínos, como a inauguração de 76 mil empresas criadoras de porcos

Desde o ano passado, a China vem implementando uma série de políticas para incentivar a produção de suínos e estabilizar o preço da carne.

No primeiro semestre de 2020, foram criadas 76 mil empresas produtoras de porcos, alcançando um aumento de 109% em relação ao mesmo período de 2019.

Além disso, o país asiático está organizando um acordo com a Argentina para desenvolver a produção local de carne suína para exportação. Segundo o chanceler argentino Felipe Sola, com o apoio da China, o país sul-americano poderia produzir nove milhões de toneladas de proteína suína – nível 14 vezes maior do que o atual.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.