“Área de refeição” para elefantes será construída na China

O objetivo do projeto é acabar com os conflitos entre os animais em risco de extinção e os moradores da província de Yunnan

Uma “área de refeição” para elefantes asiáticos selvagens será construída na província de Yunnan, no sudoeste da China, para tentar solucionar os conflitos entre o animal, que corre risco de extinção, e os moradores locais. Num habitat de 137,5 ha, com 18 elefantes asiáticos selvagens, a área de refeição será localizada no distrito de Menghai da sub-região autônoma da etnia Dai de Xishuangbanna, onde também vivem 35 mil pessoas de 13 vilarejos.

Também será lançado um projeto de reconstrução do habitat do elefante, enquanto na área de refeição de 51 ha serão cultivados milho, cana-de-açúcar, bambu e bananas. Um funcionário do departamento florestal afirmou que “proteger as vidas e propriedade dos moradores locais é a chave para a conservação dos elefantes asiáticos, que também é a parte mais difícil”.

O departamento disse que o trabalho de reconstrução e o estabelecimento da área de refeição fornecerão aos elefantes um habitat relativamente estável, o que pode defender melhor vidas e as propriedades das pessoas e reduzir os conflitos entre os elefantes e os humanos. Nos últimos anos a província registrou danos em moradias e instalações, assim como mortes e ferimentos causados por elefantes selvagens.

Os elefantes asiáticos selvagens são encontrados especialmente em Yunnan e estão sob proteção de classe A na China. Com maiores esforços ambientais e de proteção da vida selvagem, o número de elefantes asiáticos selvagens no país cresceu, chegando a quase 300 animais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.