Após liberação de insumos, Bolsonaro agradece governo chinês

Em rede social, o presidente citou sensibilidade do país asiático

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira que a China liberou 5,4 mil litros de matéria-prima para produzir a CoronaVac e agradeceu a sensibilidade do governo asiático.

Em um tweet, o presidente disse que foi informado pela Embaixada da China sobre a aprovação da exportação do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para o Brasil, necessário para o Instituto Butantan fabricar a vacina contra Covid-19.

O IFA para a Fundação Oswaldo Cruz produzir o imunizante de Oxford-AstraZeneca está com a liberação sendo acelerada, segundo Bolsonaro.

Em seguida, o líder brasileiro agradeceu a sensibilidade do governo chinês e o empenho dos ministérios brasileiros das Relações Exteriores, da Saúde e da Agricultura, que entraram em contato com o país asiático para solicitar a exportação dos insumos.

Nesta terça-feira, Dimas Covas, diretor do Butantan, disse que o lote com 5,4 mil litros de matéria-prima para fabricar a CoronaVac chega no dia 3 de fevereiro.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.