Agricultores de áreas pobres da China têm grande crescimento em sua receita

De acordo com o DNE, a receita disponível per capita dos residentes de áreas rurais atingidas pela pobreza foi de 8.163 yuans nos três primeiros trimestres do ano

Os residentes de áreas rurais atingidas pela pobreza registraram um grande crescimento na receita disponível durante os três primeiros trimestres do ano. Segundo o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE), a receita disponível per capita desses residentes ficou em 8.163 yuans (US$ 1.167), o que representa uma alta de 10,8% quando comparada ao mesmo período no ano passado. Após a dedução de fatores de preço, o crescimento da receita foi de 8%.

A taxa de crescimento das áreas rurais atingidas pela pobreza foi 1,6% superior à dos moradores rurais de todo o país, e 1,9% maior que a média nacional. A receita salarial per capita subiu 12,2% em termos anuais, com uma taxa de crescimento 2,8% acima de todas as áreas rurais, pelo que informou o DNE.

Wu Wei, estatístico sênior do DNE, atribuiu o crescimento estável da renda salarial de agricultores ao aumento de trabalhos rurais contratados nas partes do centro e oeste do país, juntamente com o crescimento estável de salários. A receita operacional líquida per capita nas áreas pobres subiu 6,8%, crescendo 1,3% mais rápido que no ano anterior. A receita da indústria terciária registrou um aumento anual de 11,2%.

A receita do setor agrícola aumentou 3,8% em termos anuais, contrariando a previsão de queda de 3,9% em relação ao ano passado, graças à maior produção de grãos no verão e ao aumento de preços dos produtos de criação de animais. A receita per capita dos agricultores que é proveniente do governo, e inclui pensões, assistência social, subsídios agrícolas e subsídio de subsistência, entre outros, aumentou 15,3% em relação ao mesmo período em 2018.

Nos últimos seis anos, a China tirou 82,39 milhões de moradores rurais da pobreza, sendo que sua população rural pobre diminuiu de 98,99 milhões em 2012 para 16,6 milhões em 2018. O objetivo do país é tirar todos os residentes rurais que vivem abaixo da atual linha de miséria da pobreza e eliminando-a de todos os distritos e regiões até 2020.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.