Agência de notícias da China se opõe a decisão dos EUA de restringir vistos para jornalistas chineses

“O movimento é um ato discriminatório”, afirma porta-voz da Agência de Notícias Xinhua

Na última semana, os Estados Unidos publicaram uma nova regra para os vistos para jornalistas chineses. Agora, os profissionais têm o tempo máximo de estadia restringido a 90 dias. Para um porta-voz da Agência de Notícias Xinhua da China, trata-se de um ato discriminatório.

“Recentemente, o lado americano vem aumentando suas restrições e supressão às mídias chinesas, interferindo severamente no trabalho e na vida dos funcionários da Xinhua nos EUA”, disse o porta-voz.

“O movimento do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos é um ato discriminatório aos jornalistas chineses, mostrando totalmente a hipocrisia da ‘liberdade de imprensa’ divulgada pelo lado americano”, afirmou o representante em um comunicado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.