Agência de investimento portuguesa abrirá escritório em Guangzhou

Esse é o quarto escritório que a AICEP abrirá no país asiático e ele deverá fortalecer o comércio e o investimento entre Portugal e o sul da China

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) irá abrir o seu quarto escritório na China no mês de setembro, na cidade de Guangzhou, segundo afirmou o seu presidente, Luís Castro Henrique, numa promoção de investimento na cidade.

Luís observou que Portugal tem uma balança comercial com as províncias de Guangdong, Fujian, Hunan, Hainan e com a Região Autônoma da Etnia Zhuang de Guangxi, dentro da jurisdição do Consulado-Geral em Guangzhou. A abertura do escritório na cidade deverá oferecer mais comodidade e melhores serviços em termos de comércio e investimento entre Portugal e o sul da China.

O cônsul-geral de Portugal em Guangzhou, André Sobral Cordeiro, lembrou que a promoção é o primeiro evento realizado pela AICEP no sul da China desde a abertura do consulado na cidade, no ano passado. Ele também disse que Portugal assinou um memorando de entendimento com a China sobre a Iniciativa do Cinturão e Rota e que as duas partes devem alimentá-lo com projetos sustentáveis que levem ambos países a um resultado econômico positivo.

“Estamos dando atenção à evolução da Grande Área da Baía e gostaríamos de ver projetos concretos que ponham em contato ambos os países de uma maneira muito positiva”, afirmou ele.

A AICEP é uma entidade de negócios do governo e é focada em incentivar as melhores empresas estrangeiras a investirem em Portugal e em contribuir para o sucesso das companhias portuguesas no exterior no processo de internacionalização delas. Os outros três escritórios ficam em Pequim, Xangai e Macau. O de Guangzhou futuramente também servirá como a seção comercial do consulado na cidade.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.