740 milhões de pessoas saíram da pobreza na China desde 1978

De acordo com dados do Departamento Nacional de Estatísticas, a proporção de pobreza nas áreas rurais caiu 94,4% nos últimos 40 anos

Entre os anos de 1978, quando a China iniciou a reforma e abertura, até 2017, o país tirou 740 milhões de pessoas de áreas rurais da pobreza, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE). A proporção de pobreza nas áreas rurais caiu 94,4 pontos percentuais, sendo que a média anual foi de 2,4 pontos (o que equivale a quase 19 milhões de pessoas saindo da pobreza por ano).

Os dados do DNE apontam que a China contribuiu com mais de 70% do trabalho global de combate à pobreza nos últimos 40 anos. Apenas nos últimos cinco anos, mais de 68 milhões de pessoas saíram da pobreza, sendo que o país pretende tirar mais 10 milhões em 2018 e erradicá-la até 2020. Na China, as pessoas que têm renda anual inferior a 2.300 yuans (US$ 337,30) são definidas como vivendo abaixo da linha da pobreza.

A China divulgou recentemente as diretrizes para os próximos três anos de batalha contra a pobreza, para preparar a nação para erradicá-la até 2020. Nelas foi estabelecido que as pessoas pobres devem ter alimento e roupas garantidos e que as crianças de famílias pobres devem ter educação compulsória de nove anos. As necessidades médicas básicas e as condições de vida da população pobre devem ser garantidas.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.